Número total de visualizações de página

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

A Casa Azul - Claudia Clemente. [ Opinião ]

Sinopse : « A moradia de uma família arruinada que é demolida para dar lugar a um condomínio.
Uma mulher que desistiu de tudo desde que teve de vender a casa azul e despedir-se das suas magníficas árvores.
Um agente da PIDE que segue, nos anos 60, os movimentos dos habitantes da casa azul.
Duas irmãs gémeas que desconhecem a existência uma da outra.
Um homem num hospital em Pais, gravemente queimado, que todos os dias é visitado por uma jovem.
Uma história de amor e paixão que nasceu em Paris, no único mês de Maio em que tudo foi possível.
Personagens que precisam de encontrar-se para formarem um universo com sentido. »

Opinião :  Antes de mais, quero agradecer do fundo do coração à autora que me cedeu gentilmente um dos últimos exemplares que tinha! Muito obrigada.
Começo por dizer que o livro se divide em Ar, Água, Terra e Fogo. Posso dizer que o meu preferido sempre foi a Água. 
Neste livro, vamos ao encontro de vários conceitos como a depressão, a solidão, o alcoolismo , o suicídio .. 
Acho que este livro está muito bem construído, acho que está original na forma como está contado, tudo. Gostei da história no geral, da maneira como as personagens se interligavam entre si.
A única parte que não gostei tanto do livro foi apenas o Fogo , pois era constantemente a mesma coisa, e um pouco secante, embora no fim tenha sido diferente.
De resto, acho que a obra é fácil de ler, umas 184 páginas que devoramos num abrir e fechar de olhos!
Aconselho esta obra a todas as pessoas, não só porque é um bom livro, mas porque também temos de valorizar o que é nosso e esta autora está ao nível de muitos autores estrangeiros!

5/5 estrelas.

Excerto que gostei :

« Diz-me : o que se pode fazer quando aquele que nos agride é aquele que mais amamos ? Ou, pior ainda, quando aquele que nos agride é aquele que mais diz amar-nos? Quando é o único, quando é tudo, a nossa força e refúgio, a nossa casa-abrigo? »

A autora :





Claudia Clemente nasceu no Porto em 1970.
Arquiteta de formação, estudou cinema em Barcelona e Lisboa e divide o seu trabalho atual entre a escrita e a realização cinematográfica, a ficção e os documentários.
Publicou dois livros de contos, O caderno negro (2003) e A fábrica da noite (2010), e a peça Londres (2012), vencedora do Grande Prémio de Teatro da SPA/Teatro Aberto.
O seu primeiro documentário, & etc. , foi premiado nos festivais Doc Lisboa e IMAGO'07.
A Casa Azul é o seu primeiro romance.







2 comentários:

  1. Não tenho hábito de ler livros de autores portugueses, talvez por não terem tanta divulgação como os estrageiros, mas talvez compre este, já me chamou a atenção apenas com o excerto. Parece-me bom e é como disseste, há que valorizar o que é nosso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que fazes muito bem. É um livro que exige um pouco de dinâmica mental, não sei se me faço entender. Por vezes parece complicado, mas está tudo interligado.
      Boas leituras :)

      Eliminar