Número total de visualizações de página

sábado, 22 de novembro de 2014

A Cabana - WM. Paul Young. [ Opinião ]

Sinopse : « As férias de Mackenzie Allen Phillips com a família na floresta do estado de Oregon tornaram-se num pesadelo. Missy, a filha mais nova, foi raptada e, de acordo com as provas encontradas numa cabana abandonada, brutalmente assassinada.
 Quatro anos mais tarde, Mack, mergulhado numa depressão da qual nunca recuperou, recebe um bilhete, aparentemente escrito por Deus, convidando-o a voltar à malograda cabana. 
Ainda que confuso, Mack decide regressar à montanha e reviver todo aquele pesadelo. O que ele vai encontrar naquela cabana mudará o seu mundo para sempre. »


Opinião : Inicialmente, eu tinha muitas expectativas neste livro devido a já ter visto muitos bons feedbacks. Encontrei-o barato no olx e decidi comprar. 
Comecei a ler o livro, e fiquei completamente presa a ele. O livro inicia-se com os acontecimentos de quando Missy foi raptada, e temos um género de policial/thriller, o qual me prendeu. 
Mas depois, quando Mack decide voltar à cabana, encontra-se com Deus, e os próximos capítulos giram todos à volta das conversas que ambos tiveram.
Este livro mostra-nos a suposta opinião de Deus em relação ao mundo de hoje, e várias justificações. 
Gostei deste livro, foi interessante, mas nos capítulos em que apenas havia conversas com Deus, deixou de me prender, visto que não sou crente, nem nada do género.
Aconselho este livro, especialmente a quem é crente, pois acho que irá ter um impacto na vida de quem o ler.

4/5 estrelas.

Frases / Excertos de que gostei : 

« Os relacionamentos verdadeiros são marcados pela aceitação, mesmo quando as suas escolhas não são úteis nem saudáveis. »

O autor :


Wm. Paul Young nasceu no Canadá e foi criado pelos pais missionários numa tribo nas montanhas do que era a Nova Guiné. Sofreu grandes perdas enquanto criança e jovem adulto, e vive actualmente em '' estado de graça '' com a família, no estado de Oregon, nos EUA.

A Cabana, uma história que Paul escreveu para oferecer aos filhos no natal, depressa se tornou num incrível caso de popularidade entre familiares e amigos. Em pouco tempo tornar-se-ia num dos maiores fenómenos de vendas nos EUA.

1 comentário:

  1. A minha mãe tem o livro mas ainda nunca peguei nele. Essa parte em que Deus dá as suas opiniões em relação aos dias de hoje de facto também não é muito o meu género. Acredito no Bem e no Mal, mas em Deus propriamente não sei bem se sim se não.

    ResponderEliminar